terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

A TV Globo e o travesti cheio de vontades

Quando achei que a TV Globo já havia ultrapassado o limite do ridículo, eis que a emissora de maior audiência do país consegue mais uma vez se superar. A última bizarrice que tive o desprazer de assistir foi essa: “Senhora se escandaliza com Travesti em banheiro feminino.” 

Entendamos o caso: Cartunista, pai de dois filhos, Laerte, há pouco mais de um ano se "descobriu" travesti e por isso, se sente agora no direito de usar o banheiro feminino. Impressionante! Uma senhora que não tem nada a ver com a sandice do cartunista, se escandalizou com o fato e reclamou com o proprietário do estabelecimento que usando do bom senso, prontamente repreendeu Laerte pela falta de decoro. Esses são os fatos.

Agora vejam o enfoque da Globo no Bom Dia Brasil. Primeiro não entrevistaram a senhora, nem o dono do reaturante. Não sei dizer se tentaram ou não entrevistá-los porque a Globo não passou essa informação no telejornal. Parcialidade total, disfarçada de neutralidade (é a Globo de sempre). Depois, ao abordarem o cara-de-pau do Laerte o envolveram com uma aura de coitadinho, como se tivesse sido vítima do mais vil preconceito. Deu nojo.

O que a Globo quer na verdade é impor uma nova visão de mundo em que o homossexualismo e suas vertentes sejam encarados pela população como algo normal e aceitável. E que qualquer um que se oponha a esse estilo antinatural de vida, seja tachado de preconceituoso e no dizer deles: homofóbico. 

Podem me chamar do que quiser, graças à Deus, deixei de me preocupar com rótulos há muito tempo, seguindo minha religião e a minha consciência consigo agradar alguns e ao mesmo tempo desagradar um montão de gente, mas sigo feliz, sem divisões interiores. 

Parabéns á senhorinha e ao proprietário do restaurante. Estou com vocês, e não vai ser a Rede Globo com seus contra valores e pressões midiáticas que irão me fazer pensar diferente. Tá dado o recado.

Luciano Perim Almeida
Iúna/ES

Eleições Americanas

Vocês sabem porque a mídia brasileira vibra tanto quando o ex-governador de Massachusetts Mitt Romney vence alguma das primárias americanas? Porque na verdade ele não é uma alternativa real ao presidente abortista Barack Hussein Obama. Romney é café-com leite, não fede e não cheira. E principalmente: não tem chance alguma contra Obama. 


Pelos telejornais brasileiros a única idéia vendida é que a economia é o carro-chefe da eleição americana que irá acontecer em novembro/2012. Não é verdade. Sem desconsiderar o peso da economia, o verdadeiro embate é entre os que querem solapar as bases do Ocidente (ética judaico-cristã, direito romano e filosofia grega) e os que desejam preservá-las ou reerguê-las.

Graças à Deus os Estados Unidos ainda possui uma alternativa conservadora legítima, lá ainda existe a verdadeira direita cristã que não se renderá. Enquanto no Brasil padecemos com a hegemonia marxista (mídia, universidades, domínio político do PT e aliados) que marcha firme na sua perpetuação no poder. 


Infelizmente no Brasil respiramos marxismo cultural e poucos se dão conta disso. É como o corajoso Padre Paulo Ricardo sempre diz, o peixe não consegue enxergar a água.
 
Parabéns aos americanos que ainda tem escolha: Santorum é alternativa da hora. Católico, defensor da vida e dos valores cristãos, aglutina em torno de si aqueles que desejam um renascimento dos EUA e do Ocidente Cristão. Torçamos por ele e para que a Providência mande um desses pra cá...

Luciano Perim Almeida
Iúna/ES