domingo, 19 de abril de 2015

O Silêncio covarde do Ocidente



Não é novidade alguma a brutal perseguição que os cristãos têm sofrido há muito tempo e em muitos países pelo mundo. Se no Ocidente outrora cristão ela se dá de maneira incruenta, através de censura, boicote e desqualificação, nos países comunistas e de maioria muçulmana ela se dá de maneira encarniçada e cruenta. Muito pouca atenção tem se dado a esse fenômeno que não é recente. Já se sabe que o século XX sozinho produziu mais mártires que todos os outros séculos juntos. Vítimas sobretudo dos totalitarismos ateus como o comunismo e o nazismo e mais recentemente dos seguidores fanáticos de Maomé.

Jesus já havia nos prevenido que sofreríamos perseguição, a nossa religião é a da cruz. A grande novidade que se apresenta atualmente é a indiferença com que essas perseguições são tratadas em especial pelas sociedades e governos ocidentais.

A morte de cristãos não sensibiliza mais os detentores do poder. O sangue cristão que banha terras comunistas e maometanas não os comove. Tal covardia se explica em parte pela agenda politicamente correta que os governos ocidentais adotaram e que os levaram a lavar as mãos diante do sofrimento de cristãos em países em que estes são minorias, simplesmente por governarem nações onde os cristãos ao menos nominalmente são maioria. Preferem gastar energia discutindo Islamofobia (SIC).


Pior do que a omissão dos governantes é a omissão da mídia secular. Apenas quando o diabólico ISIS começou a divulgar vídeos de decapitações em série de cristãos é que esta começou a dar alguma atenção, ainda que tímida e insuficiente, a esse triste fenômeno.

Mas o que realmente me faz ruborizar é que os nossos irmãos estão sendo decapitados, estuprados e saqueados do outro lado do globo, e o que nós cristãos ocidentais estamos fazendo? 

Nossas comunidades e famílias se mobilizam em oração por eles? São lembrados em nossas Missas e cultos? Mobilizamos-nos para ajudá-los de alguma forma efetiva, através de socorro por entidades internacionais? Conversamos sobre eles, suas lutas e cruzes? Lembramo-nos deles? Cobramos postura mais firme do nosso governo a esse respeito? 

Tudo isso está acontecendo no mundo menos de um século após o terrível Holocausto, onde o povo judeu foi dizimado pelos nazistas. O que mais precisa acontecer para que o Ocidente reaja com vigor a essa barbárie?

Fica a pergunta. E se fosse com a gente?

Um comentário:

  1. Graças à Deus a Rússia de Putin está fazendo o covarde Ocidente de Obama e Merkel não quiseram fazer. Em pouco mais de 15 dias fizeram muito mais pelo povo sírio do que a OTAN e os EUA em um ano em sua simulação de ataque ao ISIS. As orações dos mártires chegou ao Senhor do Céu e da Terra!

    ResponderExcluir

Seja respeitoso.