Postagens

Mostrando postagens de 2017

Carta aberta ao Papa Francisco (por Padre Thomas G. Weinandy)

"Santidade:
Escrevo esta carta com amor à Igreja e sincero respeito por vosso ministério. Vós sois o Vigário de Cristo na terra, o Pastor do Seu rebanho, o Sucessor de São Pedro e, portanto, a rocha sobre a qual Cristo construiu Sua Igreja. Todos os católicos, sejam clérigos ou leigos, devem dirigir-se a Vós com lealdade e obediência filiais fundamentadas na verdade. A Igreja se dirige a Vós com espirito de fé, com a esperança de que Vós a guieis no amor.
No entanto, Santidade, Vosso Pontificado parece estar marcado por uma confusão crônica. A luz da fé, a esperança e o amor não estão ausentes, mas muito frequentemente estão obscurecidos pela ambiguidade de vossas palavras e ações. Isto faz com que entre os fiéis haja cada vez mais inquietação, enfraquecendo sua capacidade de amor, de alegria e de paz. Permiti-me dar alguns exemplos.
O primeiro se refere à disputa em relação ao Capítulo oitavo de Amoris Laetitia. Não necessito compartilhar minhas próprias preocupações sobre seu …

Caso Santander, um ponto de inflexão.

Estarrecedora! Esta é a palavra que melhor define a "exposição de arte" bizarra realizada recentemente em Porto Alegre (RS) patrocinada pelo banco espanhol Santander. A exaltação do mal gosto foi a tônica daquele circo de horrores. Nada se salvou naquele lugar. Desde a banalização da pedofilia até as ofensas e blasfêmias contra Nosso Senhor Jesus Cristo, tudo lixo, do começo ao fim, indefensável sob qualquer ótica.
Não é necessário ser cristão para se escandalizar com algo desse tipo, basta apenas algum senso moral e estético. Apesar dessa obviedade não foi difícil encontrar na mídia mainstream quem defendesse com unhas e dentes aquela porqueira como uma legítima manifestação da liberdade de expressão (sic).
Parte considerável dos diretores de marketing das grandes empresas e a imensa maioria da mídia tradicional perderam totalmente o lastro com a realidade dos fatos. Apegados a um viés ideológico marxista e/ou libertário, talvez ainda remanescente do tempo de faculdade, estã…

A grave crise na Síria na observação de um leigo.

Todos assistimos estupefatos, as terríveis cenas de crianças e bebês sendo lavados com jatos d’água para minimizar os efeitos das armas químicas usadas esta semana lá na Síria. Estimam-se em 80 o número de mortos, sendo pelo menos 30 crianças o que torna o crime ainda mais brutal.
Toda a mídia se apressou em condenar o regime de Bashar al-Assad como o responsável por essa barbárie. O presidente Donald Trump de maneira precipitada bombardeou uma base aérea síria de onde supostamente teria partido o ataque com armas químicas, e o mundo entrou no "modo" pânico, pela possibilidade de choque entre as duas principais potências nucleares, EUA e Rússia (aliada do regime de Assad).
Em março de 2003, os Estados Unidos governado por George W. Bush bombardeou e invadiu o Iraque de Saddam Hussein sob o pretexto de destruir o seu arsenal de armas de destruição em massa. Depois se descobriu que Bush tomou essa atitude influenciado por relatórios falsos e fantasiosos de suas próprias agênc…

Sobre o caos no ES

Tenho amigos policiais, quem não os tem? Acho que todos temos alguém próximo na PM, um parente, um amigo, um vizinho. Bastam poucos minutos de conversa com qualquer um deles para entendermos as raízes desse caos que se instalou em nosso estado. Não se trata tão somente de salários baixos como o alardeado, é muito mais do que isso, o salário de fome que o PM recebe para arriscar a própria vida para a nossa segurança e bem estar é apenas uma parte, a mais visível de um problema que é muito mais profundo. Esses dias eu falava com um cliente que o principal pré-requisito para um cara ser policial hoje em dia é ter sangue de barata e não esquentar com absolutamente nada. Perseguido pela mídia, pelos advogadinhos de porta de cadeia e pelos “direitos dos manos” o PM tem como seu principal algoz a estrutura atual de poder que se norteia pelo politicamente correto. Se o policial cumprir o seu dever com firmeza não dando mole pra vagabundo, dificilmente conseguirá projeção, se der um pescotapa …

As cadeias da imprensa

“E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará.” (São João 8, 32.)
Gente, é de lascar. Simplesmente não consigo assistir mais do que 10 minutos de noticiário na TV,  algo que para mim era algo tão natural se tornou agora enfadonho,  insuportável.
Desde novo, entendi que a mídia (TV, jornais, revistas, etc.) era manipuladora. Bastava ver os recortes que os editores faziam e fazem até hoje da realidade. Parecem que eles  vivem em universo paralelo, um outro mundo diferente do nosso que não é o real.
A “viagem” da hora são os massacres e rebeliões que estão ocorrendo Brasil afora, que começaram em Manaus, depois Roraima e agora estão no Rio Grande no Norte. Todo mundo sabe, e não precisa ser um especialista comuna da Globo News para dizer que os presídios brasileiros estão em péssimas condições e super lotados, mas toda vez que se falava em construir novos presídios, a mídia esquerdista  era a primeira que torcia o nariz e dizia que o precisávamos mesmo era de escolas (sic).
Faltam inv…

Já vai tarde.

Mal posso esperar pelo dia 20/01! Apesar de ser devoto de São Sebastião, mártir cristão dos primeiros séculos celebrado nessa data, minha expectativa se deve a posse de Donald Trump que colocará fim ao mandato melancólico do senhor Barack Hussein Obama.
Lembro-me há pouco mais de oito anos quando Mr. Obama venceu as eleições e eu tive que assistir com certo asco e preguiça a celebração e exaltação do mais novo queridinho da mídia globalista. Foi um dia de profundo pesar para mim. Apesar de estar a milhares de quilômetros do Tio Sam, a vitória do defensor de todos os tipos de aborto até mesmo aquele chamado “aborto por nascimento parcial” realizado em grávidas de até nove meses de gestação não me deixou indiferente. Peguei um laço preto, fixei em minha blusa e fui trabalhar de luto pelos nascituros americanos e os dos mundo inteiro.
Só esse fato macabro já seria suficiente para qualquer pessoa com mais de dois neurônios desconfiar das boas intenções do presidente Obama. Outro motivo é…