Postagens

Mostrando postagens de Janeiro, 2017

As cadeias da imprensa

“E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará.” (São João 8, 32.)
Gente, é de lascar. Simplesmente não consigo assistir mais do que 10 minutos de noticiário na TV,  algo que para mim era algo tão natural se tornou agora enfadonho,  insuportável.
Desde novo, entendi que a mídia (TV, jornais, revistas, etc.) era manipuladora. Bastava ver os recortes que os editores faziam e fazem até hoje da realidade. Parecem que eles  vivem em universo paralelo, um outro mundo diferente do nosso que não é o real.
A “viagem” da hora são os massacres e rebeliões que estão ocorrendo Brasil afora, que começaram em Manaus, depois Roraima e agora estão no Rio Grande no Norte. Todo mundo sabe, e não precisa ser um especialista comuna da Globo News para dizer que os presídios brasileiros estão em péssimas condições e super lotados, mas toda vez que se falava em construir novos presídios, a mídia esquerdista  era a primeira que torcia o nariz e dizia que o precisávamos mesmo era de escolas (sic).
Faltam inv…

Já vai tarde.

Mal posso esperar pelo dia 20/01! Apesar de ser devoto de São Sebastião, mártir cristão dos primeiros séculos celebrado nessa data, minha expectativa se deve a posse de Donald Trump que colocará fim ao mandato melancólico do senhor Barack Hussein Obama.
Lembro-me há pouco mais de oito anos quando Mr. Obama venceu as eleições e eu tive que assistir com certo asco e preguiça a celebração e exaltação do mais novo queridinho da mídia globalista. Foi um dia de profundo pesar para mim. Apesar de estar a milhares de quilômetros do Tio Sam, a vitória do defensor de todos os tipos de aborto até mesmo aquele chamado “aborto por nascimento parcial” realizado em grávidas de até nove meses de gestação não me deixou indiferente. Peguei um laço preto, fixei em minha blusa e fui trabalhar de luto pelos nascituros americanos e os dos mundo inteiro.
Só esse fato macabro já seria suficiente para qualquer pessoa com mais de dois neurônios desconfiar das boas intenções do presidente Obama. Outro motivo é…